Hummm

|
Finalmente a loja do Burger King foi inaugurada aqui em Sampa. Agora o palhaço dono da maior rede de fast food que até então imperava aqui vai ter que ser cuidar. Não somente porque o lanche do seu mais novo concorrente é bom pra dedéu e não tem aquele molho especial que enjôa até a quarta geração da família da gente, mas porque o BK não carrega consigo o marco do imperialismo americano que o Mc Donald’s divide com a Coca-Cola.
Se pensarmos bem, as duas principais redes de lanchonete americanas e os refrigerantes mais famosos da terra do tio Sam não são tão diferentes assim. Mas o valor que cada um agrega em si pode ser o responsável pela sua ascensão ou queda.
Seria essa a grande metáfora que explica o que acontece lá no norte?

4 comentários:

Anônimo disse...

Eu tentei ir lá ontem, mas tava absurdamente lotado...
Eu gosto mesmo é do Bob´s
Beijinhos

mel disse...

onde fica??? eu sou a mais perdida, né?? mas olha, eu adoro o mc donald´s, só que não tem nada que ganhe do milk shake de ovomaltine do bob´s. mas não custa experimentar, né?? beijo

ana succi disse...

Adorei a possível quebra do monopólio, principalmente em se tratando daquela enganação que são os lanches do Grande M (nunca vi um produto ter menos a ver com a foto que se divulga dele do que um Big Mac).

Também gostei do "Hei, hei, hei" do filme tem bombardeado a tv, mas confesso que me soou estranho essa coisa de saladear monarquia e ditadura.

Bobagens. Como dizem por aí, "demorou"!

mel disse...

adorei o comercial!!!! que coisa, né? primeiro a coca-cola começa a perder a preferência brasileira e agora o mcdonald´s está ameaçado...