Uma música para Ana

|
Pode falar, é bacana no máximo ter uma música que fale do seu nome. Bom, pelo menos desde que você não se chame Sílvia e esteja pensando naquela música safada do Camisa de Vênus. Dependendo também do tipo de Sílvia que você for.
Mas o fato é que me mandaram esses dias um mp3 de uma banda chamada Faichecleres com o singelo nome de Aninha Sem Tesão. E venho aqui protestar. Mas veja a letra, antes de mais nada:

Sempre que eu chego mais perto
Você pede pra eu parar

Vem cheia de "não me toques"
"cachorro, tira as mãos de mim"
e não dá, não há tempo a perder

Pois sei que fantasias sujas
explodem dentro de você,
cansei, cansei de me humilhar

e agora nem que seja à força,
nem que chore sem parar,
ninguém vai te ouvir gritar

Aninha sem tesão, não vejo condição, é superficial
e a minha intenção é te dar meu coração, e não te fazer mal
eu bebo teu licor, Aninha sem pudor, tu come meu mingau au au
não vai fazer dodói

Quero mais que andar de mão com você por aí
Bom rapaz, mas não um otário que morra por ti


Bom, vamos analisar profundamente essa coisa aí. Medo. Muito medo dos rapazes que criaram a maravilha (pior é que gosto do som, gente). Medo porque eles conseguiram me fazer ficar cantarolando por dias a narração de um estupro. E contra mim, céus! Mas tenho que dizer aos mocinhos de plantão, desde que passei a ser conhecida como Aninha e me senti no direito de defender todas as Aninhas sem tesão do mundo, que o problema não é falta de tesão, minha gente. O problema é a falta de pegada. Como é que você vai sair com um cara que te fala "você come meu mingau" e "não vai fazer dodói"? Meninos, acordem. É fato comprovado que mulher amadurece (sim, tipo fruta) muito antes. Então se você quer se dar bem com a mulherada, arranje outro vocabulário. Mas pode ficar com o visual dos Faichecleres, que é bem moderninho e bacana. Ah, e antes que eu me esqueça, "mas não um otário que morra por ti" é uma das coisas mais brochantes que ouvi nos últimos tempos.

Vejam outro exemplo sórdido:

Ana (Roberto Carlos)

Todo tempo que eu vivi,
procurando o meu caminho
Só cheguei à conclusão
que eu não vou achar sozinho
Oh, Ana
que saudade de você
Toda essa vida errada
que eu vivo até agora
começou naquele dia
Quando você foi embora
Oh Ana
Ana
Que saudade de você

Ana eu me lembro com saudade
do nosso tempo, nosso amor, nossa alegria
Agora só te vejo nos meus sonhos
e quando acordo minha vida é tão vazia
Oh Ana
Ana
que saudade de você


Pára tudo que o rei enlouqueceu. Tá, ok, é lindo um cara ter tanta saudade de você e ainda admitir isso. Mas jogar a responsabilidade de viver uma vida errada nas suas costas, porque provavelmente você percebeu que o cara era um traste e que não ia mudar nunca, é um erro fatal. Fofos, as pessoas se apaixonam pelo que você é e pelas coisas que você faz, e não pelo que você diz que vai ser um dia ou que seria se alguma coisa acontecesse.

Mas ainda tem mais: em uma época muito remota, eu ouvia Engenheiros do Hawaii. Vamos lá, todo mundo tem um passado negro. E morria de arrepios quando eles gritavam Refrão de um Bolero na FM.

Eu que falei:
"Nem pensar"
Agora eu me arrependo
Roendo as unhas
Frágeis testemunhas
De um crime sem perdão

Mas eu falei sem pensar
Coração na mão
Como refrão de bolero
Eu fui sincero
Como não se pode ser

Um erro assim, tão vulgar
Nos persegue a noite inteira
E quando acaba a bebedeira
Ele consegue nos achar

Num bar!

Com um vinho barato
Um cigarro no cinzeiro
E uma cara embriagada
No espelho do banheiro

Ana, teus lábios são
Labirintos, Ana!
Que atraem os meus
Instintos mais sacanas
O teu olhar sempre distante
Sempre me engana

Ana, teus lábios são
Labirintos, Ana!
Eu sigo tua pista
Todo dia da semana
Eu entro sempre
Na tua dança de cigana


O pior de tudo é que continuo gostando dela. Mas meu senso de ridículo sabe que isso é porque ela me remete a tempos bons em que não havia a menor hipótese de eu cometer nenhuma asneira grave e que, se alguém se acabasse por minha causa, no máximo seria com um vinho Gazzi na mão. Opa, ou não, pensando bem. Mas isso não vem ao caso. O fato é que dança de cigana está fora de cogitação. Afe, ou não também. Jesus, a música faz sentido. Mas abafa o caso.

Vamos passar para a próxima. Só um pedacinho, porque essa é grande e, definitivamente, não vale a pena, mesmo sendo do Chico:

Sou Ana do dique e das docas
Da compra, da venda, da troca das pernas
Dos braços, das bocas, do lixo, dos bichos, das fichas
Sou Ana das loucas
Até amanhã
Sou Ana, da cama
Da cana, fulana, sacana
Sou Ana de Amsterdam


Linda, como todas as músicas do Chico. Mas nessas horas eu preferia me chamar Luísa, Beatriz (como já me disseram) Angélica ou Carolina. Não, eu queria mesmo era me chamar Joana. A francesa.

Se até meus queridinhos Los Hermanos tentaram, a sorte virou contra eles e Anna Júlia virou um chiclete melódico, verdadeira maldição que se abateu sobre os irmãos, e que nem preciso colocar a letra aqui pois aposto um pacote de 7 Belo que você sabe a letra de cor mesmo não gostando da banda. Pobres.

A Ana mais famosa nas letras internacionais dos últimos tempos não é uma mulher de verdade. Gosto bastante de Ana’s Song, do Silverchair, com sua letra sofrida e exagerada, mas sei que o tema aqui é outro e melhor não falar disso:

Please die Ana
For as long as you're here we're not
You make the sound of laughter
and sharpened nails seem softer

And I need you now somehow
and I need you now somehow

Open fire on the needs designed
On my knees for you
Open fire on my knees desires
What I need from you

Imagine pageant
In my head the flesh seems thicker
Sandpaper tears corrode the film

And you're my obsession
I love you to the bones
And Ana wrecks your life
Like an Anorexia life


Bom, não sobra muita música bonita com meu nome verdadeiro. Talvez Tequila tenha mais sorte ou menos exigências. Alguém aí se habilita?

19 comentários:

Anônimo disse...

olha só que coisa, estava eu a navegar , procurando uma musica pra homenagear uma amiga e caí neste blog...realmente não há muitas musicas com o nome ANA, até o Engenheiros do Hawai tirou esse nome da música, mas então me lembrei de uma musica linda que adoro.."ANA e o mar" do Teatro Mágico, tenho certeza que vc vai gostar...beijos !

Beta Oliver disse...

rsrs...olha eu repetindo o comentario acima...tava eu também a navegar procurando alguma musica para fazer uma homenagem para minha filhota que faz 15 anos e também vim parar aqui..Adorei teu texto, como a amiga disse no comentario anterior, Ana e o Mar do teatro mágico é muito linda!!
Triste sou eu, que a única musica que tem meu nome, é italiana, antiga pra caçamba e quase ninguem conhece...

Ana Paula disse...

OIeee... concordo pelanmente com td o que vc escreveu... tbém me chamo Ana, e como vc "sofro" com isso...

há também a música: Ana Banana de uma banda chamada TNT (estilo Feicheclers)

Uma que eu adooooro é A Ana... da Ana Canãs... bjão espero que goste... além da Amna e o Mar já citadas

Julia disse...

Estava eu também a procurar uma música Ana, para dar de presente a uma amiga que vai casar. Achei as sugestões ótimas. A musica ANA , da Ana Canaãs é linda. A do teatro mágico também!
Parabéns Anas que inspiram poesia.

Siro Murta (no orkut só tem 1) disse...

éh... cá estava eu procurando musicas com o nome de Ana e parei aki no blog, curti muito ai glera e tipo, escrevi uma musik pra minha namorada chamada ana paula e o nome da musika é Ana... eu curti e ela tbm, achou a letra linda e talz...
Mag agora, cá entre nós...
Ana e o mar ( O teatro Mágico )
Pow, quem não conhece num faz ideia do que ta perdendo...
é isso ai, parabéns pelo blog, curti mesmo ai, houw... viva as Ana's

Pequeno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pequeno disse...

Bom eu estou preparando um cd de musicas como o nome da minha namorada Anna e é tao dificil achar musicas com o nome dela, apesar de achar com o meu ser pior(Gabriel)!! bjão para todas as Anas e Annas do Brasil e do mundo. E tem uma musica do Basshunter que se chama Boten Anna!

Ana Nobrega disse...

oieee, eu me chamo Ana Carolina.. e estou montando um fórum no orkut só com músicas de anas...carolinas..carol... e tem uma música chamada Anna e eu do Lenine que é muito bonita também!!!

Ana disse...

muito bom, parabéns.
as musicas são ótimas mesmo.
obrigada

Ana Yazlle disse...

Obrigada, leitores ocasionais ou não! Vocês conseguiram dar dicas ainda melhores nos comentários. Adorei!
Beijo da Ana.

Carol Vilhena disse...

Tô fazendo uma série de músicas no meu blog com meu nome...Ana Carolina Silva Vilhena...AChei mtas de Anas, Carolinas, Carois, Ana Carolina, Silva, spo falta o Vilhena...de grande ajuda seu blog!!!

Ana e o Mar do TM é perfeita!

Alisson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Queridos desconhecidos que postaram seus textos acima... não sei quanto tempo faz que isto aconteceu, mais se ainda lhes servirem, existe uma linda musica que se chama "A Ana" da Ana Cañas, meu marido que me apresentou, fiquei apaixonada, ouço e penso que foi feita pra mim... Então, para todas as Ana's, vale a pena escutar!

Ana Flávia

Shen Long disse...

conheço três músicas com esse nome, Ana (Roberto Carlos) Refrão de bolero (engenheiros do Havai) e Ana Julia (los Hermanos).

Ana disse...

Ana
Volver

Cresce o mundo gira ao seu redor
Ana leva o fardo sem saber
Pelas ruas, parques, vendavais
Seu lugar
O seu chão

Das escolhas fez-se envelhecer
Na rotina viu crescer quem quis
Na beleza que se fez maior
Seu lugar
Tudo em vão

Ana vem crer
Suportar
Vê que o mundo é bem maior
Que o teu ser quer lembrar
Ser desejo é bem melhor
Que o teu medo

http://www.youtube.com/watch?v=pZlYd_3JaRs#t=93

Ana Carolina disse...

Olá, xará!
Procurando músicas com meu nome, acabei aqui.
Amei seu senso crítico e em todas as ocasiões ri e concordei com suas frases. Foi ótimo perceber que existe alguém que me entenda, mesmo que seja apenas na interpretação de algumas músicas...
Ia logo recomendar "Ana e o Mar", mas percebi que muitos leitores já tinham a mencionado.
Por tanto, escolhi por "Anna (Go To Him)". Foi gravada originalmente pelo Arthur Alexander em 1962 e logo após os Beatles a re-gravaram e a colocaram em seu álbum "Please, Please Me".
Vale muito a pena.
Espero que confira, apesar de - aparentemente e infelizmente - não atualizar o blog desde 2012.
Aliás, me emocionei com o último post sobre a Helena. Espero que esteja tudo indo bem!

Ana Carolina Bernardi.

Ana Almeida disse...

Olha, com meu/nosso nome, tem muitas músicas, até ahahah Tem Ana e o mar, do Teatro mágico, Anna dos Beatles, A Ana da Ana Cañas, as que você colocou ai..., Ana do maná, Anna Begins do counting crows e a minha hahaha que é Ana Luiza, do Tom Jobim <3 enfim, ainda há algumas, provavelmente, que eu não conheço hahahaha mas é...

william disse...

a melhor musica da banda vera loca cuidado ana e muito linda serio e daqui do rio grande do sul vale apena escutar tem no you tube

Duas Amigas disse...

Olá, foi procyrando musicas com meu nome que encontrei seu blog, adorei, parabéns!
Tem a musica em Alemão "Anna" de Mark Forster (ou Max Herre)
Bjs